Não há produtos em seu carrinho.

Vinhos argentinos pontuados

A Argentina é, atualmente, um dos países com maior destaque no universo vinícola e tem conquistado um status bastante respeitável entre os vinhos produzidos no Novo Mundo. Atualmente, está na quinta posição entre os maiores produtores de vinho em todo o globo, além de ocupar o posto de região mais prestigiada da América do Sul no que se refere à produção de vinhos.

Com mais de 200 mil hectares de vinhedos, a Argentina exporta cerca de 25% de sua produção para países consagrados na produção de vinhos há séculos – o chamado Velho Mundo – constituído pela França, Espanha, Alemanha, Portugal e Itália, consagrando-se, portanto, como um país produtor de vinhos de alta qualidade e aceitação.

Não é à toa que muitos dos vinhos argentinos têm se destacado e conquistado diversas premiações pela crítica especializada. O J. Alberto, por exemplo, foi produzido em uma quantidade minúscula pela conceituada bodega Noemía. Trata-se de um esplêndido Malbec com 5% de Merlot, elaborado com uvas plantadas na região da Patagônia. É um vinho extremamente rico, denso e complexo, que arrematou 93 pontos da Wine Spectator.

Outro vinho consagrado é o Kaiken Reserva Malbec, um delicioso vinho tinto que já recebeu impressionantes 91 pontos da Wine Spectator na safra de 2013 – a mais alta nota já concedida pela revista a um Malbec nessa faixa de preço. É um vinho que apresenta um bouquet exuberante, trazendo frutas vermelhas e notas tostadas. Um belo achado!

O Luca Syrah também vem de uma produção diminuta, elaborado pela experiente enóloga Laura Catena. Trata-se de um vinho tinto escuro, com bastante equilíbrio e concentração. Foi considerado o melhor Syrah da Argentina pela Wine Spectator.

Já o Urban Uco Blend 2013 é um moderno vinho tinto, com uma deliciosa combinação de Tempranillo e Malbec em um conjunto cheio de fruta. Fácil de agradar, este vinho levou 90 pontos de Robert Parker e pode ser considerado uma excelente relação entre custo e benefício.