Não há produtos em seu carrinho.

Viognier

A Viognier é uma variedade de uva branca famosa pelos bons vinhos que origina. São brancos deliciosos e com o charme típico da região norte do Vale do Rhône. De característica muito aromática, seus vinhos trazem intensidade na cor, sabores pronunciados de damasco, pêssego e flores e, alto teor alcóolico. 

Ela é a única uva utilizada na elaboração dos vinhos Condrieu, celebrados e muito famosos por seu sabor bastante intenso e forte presença aromática. Isso acontece pelo fato da Viognier ser uma uva de difícil cultivo, possuir baixo rendimento e colheita tardia – fatores que contribuem e revelam suas melhores qualidades.

Por ser uma uva de grande estilo, a Viognier também é utilizada em cortes para vinhos tintos feitos com a Syrah. São pequenas quantidades que conferem a estes tintos grande qualidade e finesse. Por ter essa característica, a Viognier também vem sendo plantada com frequência no Novo Mundo, por produtores que buscam inovação no Chile, Argentina, África do Sul, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e até mesmo no Japão. Além disso, em alguns lugares do Velho Mundo, ou seja, na Europa, ela vem sendo plantada em caráter experimental, como nas regiões do Piemonte e Rioja, pois as legislações locais ainda restringem, de certa forma, o seu uso.

Mas não foi bem assim durante todo o tempo. A casta Viognier quase foi extinta durante os anos de 1960, quando apenas 16 hectares plantados resistiam com exclusividade nos vinhedos de Condrieu e Château-Grillet, na França. Felizmente, na década seguinte a Viognier voltou a emergir graças a um vinhedo australiano em especial, o Eden Valley, que praticamente ressuscitou a uva - que então passou a ter status de variedade exclusiva.

Acredita-se que esta uva, embora muito cultivada na França, tenha se originado na região da Dalmácia (que na antiguidade foi uma província romana, localizada na Croácia) e levada para o norte do Rhône pelos romanos há mais de dois mil anos. O terroir ideal para seu cultivo requer calor, sol e um solo rico em granito, que confere aos vinhos seu perfume equilibrado e característico.

Os teores alcóolicos elevados e seus sabores harmonizam perfeitamente com pratos da gastronomia mexicana e chinesa, com queijos de massa mole (como brie e camembert) e com pescados.