Não há produtos em seu carrinho.

Tinta Barroca

Tinta Barroca é uma das uvas tintas mais comuns na tradicional região do Douro. Trata-se de uma variedade utilizada na elaboração dos fortificados vinhos do Porto, visto que uma das suas principais características é o elevado índice de açúcar natural, que se transforma em álcool, sendo extremamente útil na elaboração de vinhos fortificados.

Suas vinhas são conhecidas pelos altos rendimentos que apresentam, o que a torna bastante popular entre os produtores – sendo a terceira variedade mais cultivada em todo o Douro. No entanto, a Tinta Barroca mantém menos afinidade com os enólogos que optam sempre pelas uvas Touriga Franca e Tinta Roriz, conhecida também como Tempranillo.

Devido a propensão das bagas da uva Tinta Barroca encolherem quando cultivadas em região quentes, a variedade é encontrada com maior frequência em encostas mais baixas e mais altas dos vales, bem como nas encostas voltadas para o norte, onde as vinhas são protegidas da incidência dos raios solares.

A uva Tinta Barroca participa da maior parte dos vinhos de corte elaborados em Portugal, aumentando gradativamente sua popularidade e seu espaço no mundo vinícola. Apesar de não se destacar quando produzida em vinhos varietais, a Tinta Barroca recebe ampla notoriedade como um componente de mistura.

Encontram-se alguns vinhos produzidos com esta uva na África do Sul, considerados exemplares intensos, bastante maduros e com alto teor alcoólico, onde a variedade evoluiu para um estilo que se tornou marca registrada em alguns vinhedos do Cabo Ocidental. No país, alguns produtores utilizam também a uva Tinta Barroca para dar origem a vinhos fortificados em que a casta Pinotage aparece como parceiro mais comum.