Não há produtos em seu carrinho.

Sangiovese

A uva tinta italiana Sangiovese é responsável por produzir alguns dos melhores vinhos tintos da Toscana, como o tradicional Chianti e os famosos Brunello di Montalcino. A Sangiovese, ao lado da uva Barbera, são as duas variedades tintas mais cultivadas na Itália.

Acredita-se que a uva Sangiovese é uma das castas mais antigas da Itália, cultivada na época dos etruscos que viviam no território que hoje pertence à Toscana. No entanto, pesquisas e estudos recentes afirmam que essa variedade não é tão antiga quanto se pensava.

Apesar disso, a Sangiovese continua sendo uma das uvas tintas mais importantes para a Itália, tornando-se quase um sinônimo para os vinhos do país. Além dos tradicionais Brunello di Montalcino e Chianti, a casta dá origem também ao Vino Nobile di Montepulciano, Montefalco Rosso, Morellino di Scansano e Rosso di Montepulciano.

Ocupando cerca de 10% dos vinhedos italianos, a uva Sangiovese é cultivada em pequenas quantidades fora do seu país de origem, tornando-se uma difícil tarefa encontrar bons resultados no cultivo da variedade em outros locais. Uma exceção, no entanto, é a ilha francesa de Córsega e áreas vinícolas da Califórnia, Romênia, Chile, Austrália, Brasil e Uruguai.

Assim como a Pinot Noir, a uva Sangiovese é uma cepa adaptável e extremamente influenciada pelo terroir da região onde é cultivada. Por consequência, essa variedade apresenta inúmeros clones – todos com amadurecimento tardio –, o que a torna conhecida por diferentes nomes, tais como Sangioveto, Brunello, Morellino, Nielluccio, entre outros.

O tinto Il Nero di Casanova IGT 2011, elaborado na Toscana por La Spinetta – o segundo melhor produtor de toda a Itália para o Gambero Rosso, com 37 “Ter Bicchieri”, é um exemplo de vinho feito com a Sangiovese rico e envolvente. Com ótima presença de palato e grande concentração é “fresco, vinoso e com adorável equilíbrio” nas palavras de Robert Parker.

Quando cultivadas na região de Chianti, as uvas Sangiovese possuem, na maioria das vezes, pele fina e bagos pequenos, enquanto as vinhas plantadas em Brunello di Montalccino dão origem a uvas com casca mais grossa e tamanhos maiores. E, apesar dessas sutis diferenças, cada qual produz vinhos com estilos diferentes entre si.