Não há produtos em seu carrinho.

Refosco

A Refosco é uma família antiga de uvas tintas. É possível encontra-la na Itália, na Eslovênia e até mesmo na Croácia e, devido sua idade avançada e sua ampla extensão geográfica, essa casta possui muitas sub-variedades diferentes e sinônimos regionais sob o qual é conhecida.

Acredita-se que o vinho elaborado a partir da uva Refosco tem sido produzido por mais de dois milênios e foi apreciado ainda no tempo dos romanos, conhecido como Puccinum. Plínio, o Velho, escreveu sobre esta variedade em sua enciclopédia Naturalis Historia, descrevendo sua origem no norte do mar Adriático.

A uva Refosco tem sido amplamente utilizada na elaboração de vinhos de mesa simples, no entanto, notou-se uma melhora recente na qualidade destes vinhos, aumentando sua capacidade para dar origem a vinhos mais finos, elegantes e com boa capacidade de envelhecimento.

Os vinhos Refosco exibem elevados níveis de acidez, coloração escura e aromas complexos. Os sabores de especiarias picante e ameixas abundam o paladar, e o exemplar apresenta também um ligeiro toque adstringente. Além disso, se a uva Refosco for colhida antecipadamente pode produzir vinhos com taninos duros.

A maior parte dos vinhos são provenientes da denominação de origem Friuli Colli Orientali. A sub-variedade mais comum da região é conhecida como “Refosco dal Peduncolo Rosso”, isto é, “Refosco com hastes vermelhas”. Os vinhos elaborados nesta área têm uma impressionante intensidade de fruta ao lado da excelente mineralidade.

Também na região de Friuli, na denominação de Carso, onde a uva é chamada de Terrano, as vinhas são cultivadas em solos vermelhos e os produtores utilizam, com frequência, a fruta semi-seca a fim de intensificar os sabores dos exemplares. Estes vinhos passam por um processo de maceração durante muito tempo para finalmente amadurecer em barris de carvalho e na garrafa antes de serem comercializados, dando origem a um vinho mais opulento.