Não há produtos em seu carrinho.

Palomino Fino

A uva branca Palomino Fino amplamente utilizada na região de Andaluzia, localizada a sudoeste da Espanha. Trata-se da variedade utilizada nos tradicionais vinhos Sherry e ocupa cerca de 90% da área total destinada ao cultivo de vinhedos em Jerez.

A Palomino Fino é uma variedade bastante neutra em relação ao sabor, além de apresentar baixos níveis de acidez e elevado teor alcoólico, fatores responsáveis por a tonar uma casta ideal para a fortificação em caráter particular da aguardente Sherry.

Os solos de calcário e ricos em cal da região de Jerez criam o terroir ideal para que a uva Palomina atinja o ápice qualitativo necessário para a produção de vinhos de alta qualidade. Inúmeros estilos de Sherry utilizam a Palomino em sua composição.

Os cachos dessa variedade são, normalmente, cilíndricos, longos e compactos, com bagos de peles finas, esféricos, tamanho mediano e coloração amarela esverdeado. Trata-se de uma uva bastante resistente a doenças encontradas comumente nos vinhedos e, quando cultivada corretamente, se adapta perfeitamente bem ao clima de Andaluzia.

Fora do seu país de origem, é possível encontrar bons vinhos fortificados elaborados a partir da uva Palomino na Califórnia, além de servir de base na produção de destilados vínicos na África do Sul. Encontra-se também o cultivo da variedade em regiões vinícolas de Portugal, França e México.

Trata-se de uma uva dificilmente encontrado em vinhos tradicionais e sim, em exemplares fortificados, visto que sua principal característica é a baixa acidez. Contudo, é possível ainda encontrar excelentes vinhos brancos secos Palomino, extremamente aromáticos.

Apesar de ser sinônimo dos vinhos Jerez e demonstrar todo seu potencial nestes exemplares, alguns especialistas afirmam que a melhor expressão da uva Palomino acontece na cidade de Sanlúcar de Barrameda, no vinho Jerez chamado Manzanilla de Sanlúcar.

La Ina, um dos principais nomes entre os melhores Jerez, produz excelentes vinhos conhecidos pela enorme tipicidade e elegância. Entres os destaques da vinícola, encontra-se o Jerez Oloroso Rio Viejo, que recebeu nada menos do que 92 pontos do Guia Peñin. Trata-se de um vinho que combina notas oxidativas com uma grande presença no palato, acompanhando muito bem frutas secas e servindo como aperitivo.