Não há produtos em seu carrinho.

Mourvèdre

Mourvèdre, ou Monastrell na Espanha, é uma variedade tinta cultivada por todo o Mediterrâneo ocidental durante séculos. Nos dias de hoje, encontra-se também o cultivo da uva Mourvèdre em regiões da Espanha, no sul da França, na Califórnia e em algumas áreas da Austrália.

Trata-se de uma uva que se adapta com maior facilidade a regiões com climas quentes e secos. Seus pequenos bagos e finas peles são a combinação ideal para a produção de vinhos com coloração profunda e densa, e com altos níveis de taninos.

Os aromas herbáceos da Mourvèdre são tão fortes quanto seus níveis de tanino, características responsáveis por torna-la um bom ingrediente de mistura, participando da composição de vinhos ao lado da Grenache, rica e estruturada, e da picante Syrah.

Outras uvas clássicas do sul francês, como a Carignan e a Cinsaut, também são parceiras da uva Mourvèdre pela tradição e conveniência, visto que as variedades são cultivadas em locais semelhantes e amadurecem quase que simultaneamente.

Na França, a uva Mourvèdre é uma variedade chave nas regiões de Provence e no sul do Vale do Rhône, onde é um componente regular da produção dos vinhos Châteauneuf-du-Pape e Côtes du Rhône.

A variedade sofreu muito com a filoxera na década de 1880 e, algumas áreas onde suas vinhas estavam cultivadas foram erradicadas. Seus redutos notáveis durante este tempo foram cultivados em torno da cidade de Bandol, em solos arenosos onde a filoxera não pode sobreviver.

Na Espanha, as vinícolas modernas mudaram o foco para o cultivo das uvas Tempranillo e Cabernet Sauvignon, embora a Mourvèdre esteja recuperando sua antiga importância com o decorrer do tempo. Houve um tempo em que a variedade era a segunda mais plantada entre as uvas tintas do país, atrás apenas da Garnacha. Os vinhos Mourvèdre espanhóis, muitas vezes, são exemplares ricos, escuros e com sabores de cereja e amora preta.

Na Austrália e em regiões da Califórnia, a uva Mourvèdre é conhecida também como Mataro, embora o prestígio do seu nome francês tenha levado aos produtores abandonarem seu nome local. Os vinhos australianos e californianos produzidos a partir da Mourvèdre são mais ricos e mais frutados do que os produzidos em torno do Mediterrâneo.