Não há produtos em seu carrinho.

Gros Manseng Sweet

A uva Gros Manseng é uma das principais castas brancas de Jurançon, região vinícola do sudoeste da França. Trata-se de uma variedade geralmente associada a produção de vinhos doces, mas também é utilizada na elaboração de vinhos secos bastante aromáticos. Além disso, a Gros Manseng dá origem a vinhos varietais e participa de alguns blends, ao lado das uvas Petit Manseng e Sauvignon Blanc.

A Gros Manseng é uma variedade atraente para os produtores, visto que suas vinhas dão origem a frutos com boa espessura de pele e altos níveis de açúcar e acidez. Estes três fatores a tornam uma uva adequada para produção de vinhos doces. Ou seja, as uvas podem permanecer na vinha por um longo tempo, desenvolvendo uma doçura enquanto ainda mantém a acidez e, sua pele grossa a protege da podridão.

Embora existam alguns vinhos de colheita tardia Gros Manseng, os mesmos estão sendo substituídos por versões secas, obtidos a partir de uvas colhidas antes de atingir a maturação completa. Tais exemplares caracterizam-se pela acidez vibrante, aromas florais e notas de damasco. No entanto, os produtores devem tomar alguns cuidados na adega, visto que as peles grossas podem elevar os níveis de álcool e de taninos.

É quase impossível falar da uva Gros Manseng sem citar a cepa Petit Manseng, outra variedade chave da região francesa de Juraçon. As duas variedades compartilham de uma mesma nomenclatura que se distingue apenas pelo tamanho dos bagos: Gros e Petit significam “grandes” e “pequenas”, respectivamente.

As vinhas da Gros Manseng ocupam uma área mais significativa do que as da Petit Manseng, embora a Petit seja considerada de maior qualidade do que a Gros. Normalmente, a casta Petit Manseng é utilizada na produção de vinhos doces, enquanto a Gros Manseng dá origem a vinhos secos.

A Gros Manseng não é cultivada em muitas regiões vinícolas fora do sudoeste da França, mas é possível encontrar alguns vinhedos da variedade. Fora de Juraçon, a casta é utilizada na composição dos vinhos brancos de Pacherenc du Vic-Bilh e Bearn. Além disso, é amplamente utilizada nos vinhos Côtes de Gascogne IGP.