Não há produtos em seu carrinho.

Grenache / Garnacha

A Grenache, ou Garnacha, é uma uva tinta amplamente cultivada em regiões vinícolas dos Estados Unidos, Espanha e Austrália. Essa variedade é particularmente versátil na vinha e na elaboração dos vinhos, fatores responsáveis por explicar porque é uma das uvas mais distribuídas ao redor do mundo.

Grenache é o nome que a variedade recebe na França, bem como é a denominação mais famosa no mundo do vinho. Além disso, a casta é conhecida também por outros nomes, na Espanha – onde é considerada uma das cepas mais emblemáticas do país – é chamada de Garnacha, enquanto na Sardegna a cepa recebe o nome de Cannonau.

Na França, a Grenache é cultivada com maior frequência no Rhône, em Languedoc-Roussillon e em Provence, encontrada comumente ao lado da uva Syrah e da cepa Mourvedre nos vinhos de Cotes du Rhône. Também é a principal variedade de uva utilizada nos tradicionais vinhos Chateauneuf-du-Pape.

A versatilidade da uva Grenache foi um dos fatores que a tornou popular entre os enólogos e produtores. O vinho rosé elaborado com a variedade é extremamente popular no sul da França, além disso, a Grenache é popular nos vinhos de Cotes de Provence junto com as uvas Cinsault e Mourvedre, onde os melhores exemplares são produzidos em Tavel e Lirac.

Em regiões vinícolas espanholas, a Garnacha é a segunda variedade tinta mais cultivada do país, ficando atrás apenas da emblemática casta Tempranillo. A uva Grenache é responsável por ocupar os vinhedos, principalmente, das regiões do norte e leste do país, tornando-se um dos principais componentes dos tradicionais vinhos do Priorat.

A chegada da praga filoxera na Península Ibérica durante o século XIX trouxe excelentes benefícios para a Grenache, visto que as vinhas nativas foram devastadas, principalmente em Rioja, e a variedade foi a escolhida para ser cultivada novamente, ajudando a impulsionar novamente a indústria vinícola.

Os bagos da Grenache possuem pele fina e amadurecem no final do período de crescimento, possibilitando que seus taninos e níveis de acidez variem de acordo com as condições onde a variedade é cultivada. Quando plantada em solos com xisto na composição, como em Priorat ou Chateauneuf-du-Pape, a Grenache produz vinhos altamente concentrados e capazes de envelhecer por anos.