Não há produtos em seu carrinho.

Grenache Blanc

A uva Grenache Blanc, ou Garnacha Blanca como é conhecida em diversas regiões espanholas, é a variante de pele clara da casta Grenache Noir. Apesar de ser nativa do norte da Espanha, a Grenache Blanc é conhecida tradicionalmente por participar da composição dos vinhos brancos do sul da França e, principalmente, como um dos componentes dos vinhos Châteauneuf-du-Pape.

Trata-se de uma variedade cada vez mais utilizada na elaboração de vinhos varietais apesar de ainda ser possível encontrar vinhos de corte com a Grenache Blanc. Essa casta exibe comumente aromas e sabores de frutas, porém, o principal fator que determinará seus sabores e aromas será a região onde a mesma será cultivada.

Em climas secos e quentes, como os encontrados na região de Languedoc-Roussillon – onde a Grenache Blanc ocupa um terço dos vinhedos –, a variedade irá lutar para manter seus bons níveis de acidez. Na Espanha, a Garnacha Blanca é cultivada em regiões do norte do país, servindo como um componente de mistura em diversos vinhos regionais, especialmente, em Pirorat e Terra Alta.

Na Califórnia, a uva Grenache Blanc é amplamente cultivada na costa central, em particular, na região de San Luis Obispo. As temperaturas frias encontradas no sul da Califórnia são responsáveis para a que a variedade desenvolva suas características com maior nitidez e mais minerais, bem como notáveis níveis de acidez.

O produtor Clos de L’Oratoire, fundado em 1880, dá origem aos tradicionais vinhos Châteauneuf-du-Pape na região do Vale do Rhône. As safras mais recentes deste produtor recebem altíssimas notas e elogios da crítica especializada. Além disso, os vinhos Châteauneuf-du-Pape estão entre as melhores compras da região e contam com uma chancela do produtor Ogier.

Entre os ícones da casa, encontra-se o vinho Châteauneuf-du-Pape Blanc, um empolgante corte de 4 uvas, entre elas, a Grenache Blanc. Trata-se de um branco seco, encorpado e expressivo, recebendo 17/20 de Jancis Robinson na safra de 2010, mostrando aromas “que remetem a um vinho de Condrieu”, segundo a Master of Wine.