Não há produtos em seu carrinho.

Dolcetto

A Dolcetto é uma variedade de uva tinta nativa do noroeste da Itália, Casta típica da região do Piemonte, junto com as tradicionais cepas Barbera e Nebbiolo, é a variedade que amadurece mais rápido entre as três. Dessa maneira, as vinhas da Dolcetto são cultivadas em áreas mais frias da região de Piemonte, especialmente, nas que possuem altitudes mais elevadas, onde as demais uvas apresentariam dificuldades para amadurecer e atingir o ápice qualitativo.

A uva Dolcetto se adapta melhor em regiões que apresentam baixas temperaturas, responsáveis por contribuir para que a variedade mantenha seus bons níveis de acidez, evitando o amadurecimento precoce. Os vinhos Dolcetto elaborados em versões modernas no Piemonte estão desenvolvendo um estilo próximo dos vinhos do Novo Mundo, isto é, bem frutados e com elevado teor alcoólico. A Dolcetto produz vinhos de acidez menor do que os exemplares elaborados a partir da uva Barbera, fator responsável por o tornar um exemplar ideal para ser consumido ainda jovem.

“Dolcetto” significa “docinho”, no entanto, tal referência não se encontra nos vinhos elaborados a partir da variedade. Ou seja, raramente os vinhos Dolcetto são doces, trata-se de uma uva bastante tânica e que, muitas vezes, os produtores recorrem a suaves fermentações, a fim de não extrair taninos em excesso.

A denominação de origem mais famosa onde os vinhos Dolcetto são produzidos é a Dolcetto d’Alba, e a comuna de Dogliani é considerada também o lar de alguns dos melhores Dolcetto, sendo, inclusive, reconhecida como um DOCG.

Apaixonado pelo Piemonte, sua terra natal, e pela região de Asti, o produtor Bera talha vinhos “impecavelmente bem feitos”, de excelente tipicidade e apelo gastronômico. O Dolcetto, especialmente, combina um bouquet repleto de frutas maduras e um frescor encontrado apenas nos melhores vinhos elaborados com a uva. Além disso, todos os vinhos Bera são verdadeiros achados, que apresentam excepcional relação entre qualidade e preço.