Não há produtos em seu carrinho.

Colorino

A uva tinta Colorino, nativa da região italiana da Toscana, é repleta de cor e bons níveis de tanino. Trata-se de uma variedade de pele grossa e pequenos bagos, profundamente pigmentados. Tal característica proporcionou que os produtores da Toscana a escolhessem para adicionar coloração aos vinhos da região, principalmente os elaborados com a Sangiovese, como o Chianti.

No final da década de 1980 e no começo da década de 1990, a uva Colorino foi bastante popular nos vinhedos da região da Toscana. Nos dias de hoje, a casta perdeu boa parte da sua popularidade, visto que as novas técnicas de cultivo e de vinificação melhoraram – e muito – a qualidade da uva Sangiovese, descartando a adição da Colorino.

Além da notável melhora na qualidade da Sangiovese, a uva Colorino perdeu espaço também nos vinhedos da Toscana, sendo substituída pelas uvas Cabernet Sauvignon, Syrah e Merlot.

Apesar disso, ainda é possível encontrar a Colorino não só na denominação de origem Chianti, mas também em vinhos varietais IGT da Toscana. Fora da região italiana, é possível encontrar o cultivo da variedade na Umbria, área central do país.

A uva Colorino é utilizada com maior frequência na elaboração de vinhos de corte, no entanto, seu uso na produção de vinhos varietais vem aumentando a cada ano. Os exemplares apresentam coloração rubi púrpura, muito profunda e densa. Seus taninos são bem estruturados e seus aromas mais discretos, com presença de cereja, mirtilo, ameixa, fumo e carvão.

O Sezzana IGT, do produtor Casanova dela Spinetta, é um vinho tinto elaborado com as uvas Sangiovese (95%) e Colorino (5%). Extremamente aromático e muito estiloso, nas palavras da Wine Spectator, que descreveu a safra de 2003, merecendo nada menos do que 90 pontos da revista. Ideal par harmonizar com pratos que contenham massas e carnes elaboradas.