Não há produtos em seu carrinho.

Cinsault

A Cinsaut é uma uva tinta conhecida tradicionalmente por participar da composição de vinhos ao lado da Grenache, Mourvrèdre e Syrah. É bastante incomum encontrar vinhos varietais elaborados a partir desta variedade

A uva Cinsaut é originária de uma famosa região francesa, Languedoc-Roussillon – onde é bastante cultivada nos dias de hoje. Os vinhos elaborados a partir dessa variedade são frutados, com coloração vermelha atraente, agradáveis aromas e pouco tanino.

As vinhas da Cinsaut já foram amplamente cultivadas no sul da França, onde, atualmente, é uma das únicas castas permitidas a participar dos clássicos vinhos Châteauneuf-du-Pape. Além disso, a Cinsaut é utilizada na composição dos vinhos franceses Côtes-du-Rhône, Bandol, Cassis e Tavel. Já no Marrocos, a Cinsaut é a principal variedade cultivada em termos de produção.

A uva Cinsaut é uma variedade muito importante no Líbano, na Argélia e na Tunísia, em vista de ser uma casta que suporta com facilidade climas extremamente quentes e secos – fator este que explica o sucesso da Cinsaut no Oriente Médio e no norte da África. Além disso, a casta é propensa à podridão quando cultivada em condições de umidade.

Normalmente, os vinhos produzidos com a uva Cinsaut apresentam baixos índices de taninos, coloração profunda e bons aromas. Utilizada em vinhos de corte com o intuito de adicionar maiores aromas e perfumes, esta uva possui bastante característica em comum com a casta Grenache, em especial, seus altos rendimentos na vinha.

No ano de 1925, a uva Cinsaut foi cruzada com a tradicional casta Pinot Noir, a fim de dar origem a uva ícone da África do Sul – a Pinotage. No entanto, após a criação da Pinotage, a Cinsaut foi ofuscada no país, principalmente, entre as vinhas cultivadas no Cabo Ocidental, localizada a sudoeste no território sul-africano.