CUIDAMOS DA SUA ENTREGA COM
SEGURANÇA E COMODIDADE

DESCONTOS + PARCELAMENTO EM ATÉ
6X S/J (PARCELA MÍNIMA DE R$99)

Não há produtos em seu carrinho.

Carmenère

Saiba tudo sobre a origem e as características da uva carmenère

A uva Carmenère é uma variedade tinta nativa de Bordeaux e que, atualmente, é cultivada com maior frequência em regiões vinícolas do Chile e do nordeste da Itália. Apresenta um amadurecimento tardio e a necessidade de elevados índices solares e verões quentes para que atinja o ápice qualitativo.

Nas regiões favoráveis ao cultivo da uva Carmenère, a variedade é responsável por produzir vinhos tintos com coloração escura e densa, com um atraente sabor de frutas negras que lembram a Merlot, levemente herbáceo e, com algumas notas aromáticas da Cabernet Sauvignon.

Tais semelhanças não são surpreendentes, visto que a Carmenère é parente das uvas Cabernet Franc, Merlot e Cabernet Sauvignon. Exames de DNA comprovaram que a casta surgiu do cruzamento, há centenas de anos, entre a Cabernet Franc e a Gros Cabernet, uva parente da Cabernet Sauvingon já extinta.

O amplo cultivo e comércio do Vinho Carmenère

A Carmenère recebeu ampla notoriedade, especialmente em Medoc, onde deu origem a excelentes vinhos ao lado da casta Cabernet Franc, tornando-se uma das variedades mais cultivadas da região. Assim permaneceu até a década de 1860, quando a praga filoxera assolou os vinhedos da Europa, visto que a Carmenère é suscetível a essa doença.

Amplamente utilizada nas regiões de Bordeaux, a uva Carmenère foi resgatada na América do Sul depois que os vinhedos europeus fora devastados pela filoxera. As mudas levadas anos antes para o Chile foram preservadas.

Os vinhos Carmenère entraram rapidamente na moda e hoje recebem elevado prestígio e sucesso perante o mundo do vinho. Muitos produtores consideram que os vinhos elaborados a partir da Carmenère ficam melhores quando cortados com a cepa Cabernet Sauvignon ou Merlot, tornando-se mais elegantes e aromáticos.