Não há produtos em seu carrinho.

Carmenère

A uva Carmenère é uma variedade tinta nativa de Bordeaux e que, atualmente, é cultivada com maior frequência em regiões vinícolas do Chile. Apresenta um amadurecimento tardio e a necessidade de elevados índices solares e verões quentes para que atinja o ápice qualitativo.

Nas regiões favoráveis ao cultivo da uva Carmenère, a variedade é responsável por produzir vinhos tintos com coloração escura e densa, com um atraente sabor de Merlot gentilmente herbáceo e, com notas aromáticas da Cabernet Sauvignon.

Tais semelhanças não são surpreendentes, visto que a Carmenère é considerada uma variedade que descende do cruzamento natural das uvas Merlot e Cabernet Sauvignon em Bordeaux, onde nenhuma das duas cepas era prestigiada na região francesa até meados do século XVIII.

A Carmenère recebeu ampla notoriedade, especialmente em Medoc, onde deu origem a excelentes vinhos ao lado da casta Cabernet Franc, tornando-se uma das variedades mais cultivadas da região. Assim permaneceu até a década de 1860, quando a praga filoxera assolou os vinhedos da Europa, visto que a Carmenère é amplamente suscetível a essa doença.

Amplamente utilizada nas regiões de Bordeaux, a uva Carmenère começou a ser cultivada na América Latina, quando os produtores de Bordeaux, assustados com a filoxera, levaram suas mudas para outros países, em especial, o Chile, onde é conhecida também como Grand Vidure.

Os vinhos Carmenère entraram rapidamente na moda e hoje recebem elevado prestígio e sucesso perante o mundo do vinho. Recentemente, a maior parte dos produtores consideram que os vinhos elaborados a partir da Carmenère ficam melhores quando misturados com a cepa Cabernet Sauvignon ou Merlot, tornando-se exemplares mais elegantes e aromáticos.