Não há produtos em seu carrinho.

Callet

Callet é uma uva tinta de casca escura, cultivada tradicionalmente na ilha de Mallorca e nas Ilhas Baleares, ao longo da costa mediterrânica da Espanha. É uma variedade rústica e vigorosa, de alto desempenho, e que provavelmente sobreviveu à praga filoxera devido a sua robustez. Mais comumente utilizada na produção de rosé, onde é tradicionalmente misturada às outras variedades autóctones Fogoneu e Manto Negro.

Produz cachos de tamanho médio e compacto, com bagas grandes e redondas. Esta casta dá vida a vinhos de baixo teor alcoólico, tendo problemas para exceder 12,5º de álcool e baixa cor, exceto em casos excepcionais em que as práticas de cultivo, solo e clima (terroir) permitem obter vinhos de alta qualidade. Contudo, é uma casta que foi quase extinta mas apresenta um nível enológico e aroma peculiar muito interessante, sendo recomendada na comunidade autônoma das Ilhar Baleares e participando das denominações de origem Binissalem e Pla i Llevant. É resistente à geada, mas sensível ao míldio e oídio.

Mais recentemente, a Callet tem sido usada para fazer tintos leves, cortados com Cabernet Sauvignon, Tempranillo ou Syrah. Embora a Callet dê origem a vinhos de colorido vermelho, eles tendem a ser pouco alcoólicos, como já citado. Os vinhos varietal Callet têm taninos suaves e sabores de framboesa doce bem característico.

O prestigiado enólogo Francesc Grimalt, antigo diretor técnico da vinícola Anima Negra, resgatou o uso da Callet e vem criando vinhos de grande originalidade em sociedade com Sergio Caballero, na vinícola Apollonia 4 Kilos, eleita Vinícola do Ano pelo Guia Peñin. Realmente são rótulos modernos, complexos, cheios de caráter e personalidade. Como o 12 Volts 2013, elaborado com um cativante corte de Callet, Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot. Encorpado e repleto de notas de fruta madura, em um estilo suculento, mas com uma destacada elegância. Um vinho bastante diferente, mas com um estilo que agrada a todos.