Não há produtos em seu carrinho.

Arneis

A uva branca Arneis, amplamente utilizada na região italiana do Piemonte, foi resgatada da beira da extinção e nos dias de hoje, desfruta de um período de renascimento. Durante a década de 1960, apenas algumas vinhas da Arneis sobreviveram e poucos produtores a utilizavam. No entanto, atualmente, existem mais de 600 hectares da variedade cultivada no Piemonte, na Califórnia, Nova Zelândia e Austrália.

A Arneis tornou-se sinônimo dos vinhos da pequena denominação de Roero, produzindo bons vinhos brancos florais, perfumados e de generosos sabores. Fora de Roero, a variedade é utilizada na elaboração de varietais nas colinas de Langhe e ao sul de Terre Alfieri, próximo a Asti.

A sobrevivência da variedade se deu graças ao esforço do enólogo Alfredo Currado, membro da família Vietti – responsável pela produção de alguns dos Arneis mais procurados do mundo todo.

Contudo, durante o século XX, a região de Piemonte era conhecida pelos seus tradicionais vinhos tintos, enquanto os exemplares brancos possuíam um lugar “menos” privilegiado, tornando-se um dos fatores para o declínio da Arneis.

As videiras da Arneis eram, muitas vezes, cultivadas ao lado das Nebbiolo, como forma de proteção. Isto é, a fragrância mais forte da uva Arneis atraía os pássaros, evitando que estragassem os rendimentos da Nebbiolo. Na adega, a variedade possuía o papel de auxiliar, onde era adicionada para suavizar os robustos taninos da uva Barbera ou Nebbiolo.

Segundo o guia Gambero Rosso, Bera, um dos melhores produtores italianos, elabora “desde confiáveis Moscato até vinhos tintos seriamente bons, sem sacrificar sequer uma gota de qualidade – em nenhum vinho da gama”. O vinho branco seco Langhe DOC Arneis é extremamente aromático e cativante, mostrando bem o porquê do tamanho sucesso da casta Arneis entre os críticos, especialistas e amantes ao redor do mundo. Trata-se de um vinho delicado e saboroso, combinando um grande frescor no palato com bastante personalidade.