Não há produtos em seu carrinho.

Piemonte

O Piemonte, situado a noroeste da Itália, é uma região conhecida mundialmente por produzir alguns dos melhores vinhos italianos. Seu nome refere-se a “terra que fica aos pés das montanhas” e de fato, mais de 90% das vinhas são cultivadas em colinas.

A protagonista da região do Piemonte é a uva Nebbiolo, responsável pela elaboração de dois dos maiores vinhos do mundo: os famosos Barbaresco e os prestigiados Barolo, exemplares de bom corpo, com alto teor alcoólico e excelente personalidade. Além disso, são vinhos produzidos em pequenas quantidades e apresentam um bouquet totalmente único e marcante, diferente de qualquer outro exemplar.

Em Piemonte, a uva Nebbiolo também dá origem a alguns outros bons vinhos, tais como o Ghemme, o Gattinara, um vinho extremamente tânico, e um conhecido apenas como Nebbiolo, ou seja, uma espécie de “primo” dos vinhos Barolo e Barbaresco.

Além disso, outra casta de grande importância na região, a da uva Barbera, produz um bom vinho tinto com o mesmo nome, conhecido por ser um exemplar rústico e ácido, mas que, após seu amadurecimento acontecer em pequenas barricas de carvalho, torna-se um maravilhoso vinho. Os melhores Barbera, envelhecidos por meio dessa técnica, tornam-se exemplares bastante ricos, intensos e saborosos.

Os vinhos brancos também merecem destaque entre os vinhos do Piemonte. Entre eles, encontram-se os vinhos brancos seco Gavi, produzido a partir da uva Cortese, e o Arneis, aromático e bastante delicado. Da mesma maneira, inúmeros produtores elaboram ótimos Chardonnay, amadurecidos em barricas de carvalho e que lembram alguns dos melhores vinhos de Borgonha.

Há ainda o Dolcetto, um vinho branco produzido com a mesma variedade da uva que lhe dá o nome. Trata-se de um exemplar leve e extremamente saboroso, ideal para acompanhar pratos que contenham molho vermelho.

Encontram-se também em Piemonte maravilhosos espumantes, elaborados a partir do mesmo método de fabricação dos espumantes em Champagne, chamado de Champenoise, onde a segunda fermentação ocorre dentro da própria garrafa. Uma das especialidades da região é o Moscato d’Asti, feito com a uva Moscatel, um vinho levemente frisante, com pouca concentração de álcool e extremamente leve.

Com uma extensão de mais de 70 mil hectares de vinhedos, o Piemonte possui um dos patrimônios vinícolas mais rico da Itália e produz aproximadamente 4 milhões de hectolitros de vinho por ano.