Não há produtos em seu carrinho.

Mendoza

Mendonza é a área vinícola mais importante da Argentina, e contribuiu para elevar ainda mais a reputação dos grandes vinhos argentinos. A região é responsável pela produção de um dos vinhos Malbec mais prestigiados em todo o mundo, considerado o exemplar mais emblemático do país, graças ao amplo cultivo e importância que a casta apresenta no sucesso da vinicultura argentina.

É em Mendoza que se concentra 70% de toda a produção de vinhos da Argentina, a região produz, aproximadamente, 1 bilhão de litros de vinho por ano, tornando-se referência no cenário vinícola não só da América do Sul, mas de todo o mundo.

Com cerca de 160 mil hectares de vinhedos plantados, Mendoza é lar de duas importantes Denominações de Origem argentinas: Luján de Cuyo, oficializada em 2005, e San Rafael, demarcada apenas em 2007.

Além da prestigiada uva Malbec cultivada em Mendoza, as uvas Torrontés, Sauvignon Blanc, Chardonnay, Cabernet Sauvignon e Bonarda também demonstram o talento dos produtores argentinos e despertam a atenção do mercado, originando alguns excelentes vinhos.

Apresentando um baixo índice pluviométrico – apenas 200 mm por ano –, Mendoza é conhecida também como a “Terra do Sol e do Vinho”. Localizada no coração da Cordilheira dos Andes, seus vinhedos são cultivados aos pés das montanhas, fazendo um ótimo uso das águas do rio Mendoza e das águas cristalinas do degelo da Cordilheira para a irrigação das vinhas.

As altitudes encontradas nos vinhedos variam de 450 metros, no sul, a 1700 metros no Valle do Uco. Mas é no centro de Mendoza que os melhores vinhos são produzidos, assim como a elaboração do Malbec mais tradicional da Argentina e um dos mais apreciados no mundo do vinho, graças aos excelentes solos encontrados na área.

Mendoza foi eleita pela Great Wine Capitals Global Network (GWC) como umas das grandes áreas produtoras de vinho do mundo, junto com algumas das mais prestigiadas regiões vinícolas como Bordeaux e Florença.