Não há produtos em seu carrinho.

Vinho Douro

Douro é, para muitos, a região vinícola mais bonita do mundo e a melhor região portuguesa para tintos. A região sempre foi conhecida pelo vinho do Porto, até descobrirem que ali se podia produzir vinhos extraordinários, principalmente tintos, embora também existam brancos muito bons.

Os tintos do Douro vêm sendo reconhecidos ultimamente como vinhos extremamente potentes, encorpados e concentrados, mas ao mesmo tempo classudos e elegantes, eles podem durar muito tempo. As castas são as mesmas do Porto — as reputadas uvas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Cão, Tinta Barroca e a Touriga Francesa.

Considerada a região demarcada mais antiga do mundo, o Douro ficou famoso devido a elaboração do vinho do Porto, exemplar único e fortificado. Somente metade os vinhedos cultivados na região estão autorizados a fabricar o Vinho do Porto, a partir de critérios regulamentados pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto.

Em meados do ano de 1750, o Douro deu início a elaboração de vinhos da mais alta qualidade, a paisagem foi transformada em um belo cenário de vales esculpidos e que em 2001 recebeu pela UNESCO a classificação de Patrimônio da Humanidade.

Localizada a nordeste de Portugal, a região do Douro possui uma área vinícola que ocupa, aproximadamente, 40 mil hectares e é distribuída em três sub-regiões: Douro Superior, Baixo Corgo e Cima Corgo, cada qual com características únicas e distintas entre si.

O Baixo Corgo localiza-se no extremo oeste de Portugal e apresenta elevados índices pluviométricos, bem como vinhas com alto rendimento. Esta área é responsável pela produção de vinhos do Porto mais leves e com amadurecimento precoce, próprio para ser consumido enquanto jovens.

Ao leste, com clima mais seco e rendimentos menores, encontra-se o Cima Corgo, considerado a sub-região com as melhores vinhas do Douro. É nesta área vinícola que são produzidos vinhos mais concentrados e que apresentam um maior potencial de envelhecimento. Por último, o Douro Superior é a área mais seca e fonte dos melhores vinhos do Porto Vintage.

O cultivo de uma ampla quantidade de uvas na região do Douro é notável, visto que algumas das videiras mais antigas permitem a produção de vinhos com complexidade e estrutura singulares.