Não há produtos em seu carrinho.

Champagne

Uma região e denominação que é sinônimo de prestígio e de excelentes vinhos espumantes no mundo todo. Elaborados através do Méthode Champenoise, com uvas Pinoit Noir, Chardonnay e Petit Meunier, alguns podem ser fantásticos, cheios de corpo, estrutura, elegância e complexidade. E, contrariando o pensamento da maioria, podem sim envelhecer muito bem.

Tornando-se sinônimo de vinhos espumantes a palavra Champagne apresenta elevada força, tanto para a denominação quanto para indicar a região onde os vinhos são produzidos. A Unesco declarou a região de Champagne como “Patrimônio da Humanidade”, eleita como uma excelente inspiração e exemplo de cultivo de uvas e produção de vinhos desde a Idade Média. 

A região de Champagne refere-se a uma famosa denominação de origem controlada, restrita aos vinhos espumantes elaborados na área, de acordo com a rígida regulamentação do Comité Champagne. Delimitada em 1927, a zona Champagne abrange uma região específica de vinhedos, localizados a 150 km de distância de Paris.

Apenas as uvas tintas Pinot Noir e Meunier, e a branca Chardonnay são permitidas para a produção do prestigiado espumante francês. Na verdade, outras uvas são cultivadas na região, como as castas Pinot Gris, Pinot Blanc e Arbane, entretanto, não correspondem nem a 0,3% das plantações.

Apesar de existirem inúmeros métodos para a elaboração de vinhos espumantes, na região de Champagne o único método autorizado é o tradicional Champenoise, onde a segunda fermentação ocorre dentro da garrafa.

Todo bom Champagne deve envelhecer por, no mínimo, quinze meses antes de ser comercializado, bem como três anos se for elaborado no estilo vintage, ou seja, safrado. No entanto, na prática, tais exemplares envelhecem por um período bem mais longo do que o determinado: no mínimo, dois ou três anos, ou de quatro a dez, quando vintages.

O estilo do Champagne é definido conforme a sua doçura, isto é, os exemplares podem apresentar diferentes níveis de açúcar na sua composição, variando desde 0 até mais de 50 gramas de açúcar por litro.

A região francesa de Champagne exporta para mais de 190 países, onde o vinho Champagne representa cerca de 13% do consumo total de espumantes ao redor do globo, com 386 milhões de garrafas produzidas por ano.

Nenhum resultado encontrado.