Não há produtos em seu carrinho.

Bierzo

Um dos maiores tesouros dos vinhedos da região de Bierzo, na Espanha, é a uva Mencía, uma variedade cheia de personalidade e que ocupa cerca de 70% das plantações que ficam próximas à Galícia.

Outras castas muito utilizadas na região de Bierzo são a Cabernet Sauvignon, Tempranillo e Merlot, além da branca bastante utilizada Doña Blanca, que ocupa cerca de 10% das áreas de cultivo da localidade.

O solo de Bierzo é caracterizado pela mescla de argila e cinzas vulcânicas que dão origem a uma área de grande fertilidade, com altitudes que variam entre 450 e 1.000 metros acima do nível do mar.

Com clima predominantemente continental, a região recebe em média 721 mm de chuvas anuais que, em conjunto das temperaturas de 12,3ºC, beneficiam as plantações com condições ideais de maturação e crescimento.

Com vinhos de ótima qualidade e grande variedade, a Espanha é um dos países mais respeitados pelos amantes do vinho. São vinhos tintos, brancos e rosados de diversos estilos e preços que agradam a quase todos os paladares e bolsos.

Para quem é fã dos melhores vinhos do Novo Mundo, os espanhóis das regiões mais quentes são os mais macios e exuberantes. Já os vinhos do Bierzo, mantêm a tradição, com vinhedos antigos e uvas autóctones, como a já citada Mencía.

Embora mantenham a tradição e a uva característica da região, a maior parte das bodegas de Bierzo investiram em modernos depósitos de fermentação, prensas pneumáticas e outras tecnologias que aumentaram significativamente a qualidade de seus vinhos. Novas tecnologias e técnicas foram introduzidas, e mescladas ao melhor de antigamente, para dar vida aos chamados novos vinhos de Bierzo.   

Tais exemplares são conhecidos e admirados por sua coloração intensa e predominância de aromas minerais. No palato, eles têm grande potência e são dotados de enorme estrutura, sem perder a sutileza.

Da Vinos de Arganza, o vinho Lagar de Robla Premium 2008 é uma bela expressão da casta Mencía. Um exemplar “denso, opulento e profundo” segundo Robert Parker, que qualificou a safra 2008 com 91 pontos. Envelhecido 18 meses em barris de carvalho, mostra incrível qualidade pelo seu preço.