Não há produtos em seu carrinho.

Viña Progreso

O jovem e talentoso enólogo Gabriel Pisano - a mais nova geração desta importante família do vinho uruguaio - já foi elogiado por ninguém menos que Jancis Robinson por seu talento. Comentando um vinho criado pelo enólogo, o Etxe Oneko, em 2007 ela disse: "este vinho é a nova criação de Gabriel Pisano, da nova geração da família. Atenção, Uruguai, aí vem Gabriel!".

Depois de trabalhar em importantes vinícolas da África do Sul, Estados Unidos e Chile, ele voltou ao Uruguai para criar vinhos de grande originalidade, muitas vezes utilizando tipos de uvas raramente usadas na América do Sul.

As Viñas Progreso são a realização de um sonho. Em 2006, após toda a sua experiência, Pisani decidiu começar a elaborar seus próprios vinhos. Somente grandes vinhos. Para isso, vive em uma casa antiga no meio da vinícola, planta suas próprias vinhas e as acompanha até o momento final de se transformarem em vinhos.

Gabriel utiliza métodos inovadores e cuida de tudo com muito esmero, como a técnica chamada de Open Barrel Fermentation que, como o próprio nome diz, consiste em deixar o vinho fermentar em barris abertos. Técnica que aprendeu na região do Priorato, Espanha, enquanto fazia vinhos icônicos. Trata-se de um trabalho árduo e meticuloso, sem os quais Pisani acredita ser impossível a criação de um bom vinho.

De fato, seus vinhos são surpreendentes, elegantes e cheios de estilo. Além da tipicamente uruguaia Tannat - em uma versão perfeita para 'asado' - a coleção também traz um Cabernet Franc, um Sangiovese e um Viognier, além de um saboroso rosado de Tannat. Um grande destaque é o Gran Reserva Tanna Old Vine, produzido com minúsculos rendimentos de um único vinhedo antigo, plantado pelo bisavô de Gabriel, Don Cesare Pietro Secundino Pisano. Intenso e vigoroso, é um tinto que pode evoluir em garrafa por muitos anos. O Sueños de Elisa é um ambicioso Tannat, aclamado como um dos maiores vinhos do país.