Não há produtos em seu carrinho.

Vega del Castillo

Os enófilos espanhóis consideram a região de Navarra, vizinha da Rioja, uma das melhores fontes de grandes pechinchas no país. Presença importante nessa região, a adega Vega del Castillo foi criada pela união de três históricas bodegas locais — Bodega Cooperativa Olitense (Olite), a União de Cooperativas Virgens de Ujué (Ujué) e a Cooperativa Vinícola Nuestra Señora de Ujué (Pitillas) — e logo em 1999 se tornou uma referência local.

O crescimento contínuo nos mercados nacionais e estrangeiros e o investimento considerável nas instalações da adega permitiu que seus melhores vinhos alcançassem todas as partes do mundo, graças a uma equipe de profissionais jovens e inovadores.

As vinhas da propriedade, que ocupam até 915 hectares, são tratadas individualmente, seguindo as orientações fornecidas pelos directores técnicos da vinícola. A grande diversidade dos vinhos produzidos é o resultado da localização dos nossos vinhedos, situados em locais muito diferentes na Baixa Montaña, Ribera Central e Baixa Ribera. Esta diversidade em microclimas e solos heterogêneos, mas muito ricos, são ocupados 45% pela uva Garnacha, em videiras com mais de 80 anos, nas plantações tradicionais típicas da região.

Seus vinhos são saborosos e interessantes, com ótimo apelo, muito fáceis de agradar, sem nada da rusticidade dos vinhos elaborados pelas grandes cooperativas de Navarra. A linha Marqués de Aldaz é vinificada em tanques de aço para destacar a opulência e o frescor da fruta. Elaborados com as castas Merlot, Tempranillo e uma parcela de Garnacha de mais de 80 anos de idade, são simplesmente irresistíveis, perfeitos para o dia a dia.

Os Vega del Castillo são vinhos mais sérios, mas igualmente deliciosos. Maturados em barricas de carvalho apenas para lhes conferir mais complexidade e elegância, mantêm o perfil cheio de fruta de seus “irmãos menores”, sendo verdadeiras descobertas para quem pensava que as grandes pechinchas do mundo do vinho estavam apenas na América do Sul.