Não há produtos em seu carrinho.

Rocca di Frassinello

Verdadeiro “château toscano”, Rocca di Frassinello é o conceituado projeto de dois dos maiores nomes do mundo do vinho: Castellare di Castellina — um dos maiores nomes da Toscana — e do Château Lafite-Rothschild de Bordeaux, que dispensa apresentações.

Trata-se da única joint-venture do Château Lafite Rothschild na Itália e nasceu como um dos grandes nomes de Maremma, famosa por seus monumentais supertoscanos. O acordo entre Castellare di Castellina e Rothschild, desde o início, foi unir a experiência da primeira propriedade em métodos de cultivo e vinificação da importante uva toscana Sangioveto aos princípios vinícolas da Lafite francesa, referência no cultivo e vinificação dos clássicos vinhos Cabernet (Franc e Sauvignon), Merlot, Petit Verdot e Shiraz.

Após diversos estudos, foi descoberto que bem no meio de Maremma, entre Bolgheri e Scansano, existe um tipo de solo com as mesmas características da terra do Chianti e Montalcino, as duas regiões vinícolas mais famosas da Toscana, mas com uma diferença importante: 4°C até 6°C de temperatura média mais elevada e a capacidade de maturação mais rápida das uvas, três a quatro semanas antes de Chianti e Montalcino.

Para produzir o primeiro vinho que unisse toda a história e tradição destas duas nações famosas pelos seus vinhos, Itália e França, fizeram valer todo o seu “know-how”. Em 2003, tem-se aquela que pode ser considerada a primeira colheita real deste projeto, digna de vinificação e de ostentar um rótulo especial: Primus di Frassinello. Um vinho grandioso, cheio de elegância, reservado para poucos privilegiados e investidores iniciais da empresa.

Segundo o Gambero Rosso, “o estilo dos vinhos Rocca di Frassinello é impecável”. O guia concede os máximos “tre bicchieri” para o Rocca di Frassinello 2004, que foi descrito como “um vinho de grande bouquet, complexo e profundo em sua dimensão aromática e potente e refinado em sua estrutura tânica, com uma esplêndida integração do carvalho”. Para o Gambero Rosso, “os outros vinhos são também todos muito bons, completando a linha da vinícola”.