Não há produtos em seu carrinho.

Piccini

Estabelecidas há quatro gerações no coração da Toscana, as Tenute Piccini elaboram vinhos tintos e brancos de muita tipicidade, combinando as mais modernas técnicas de vinificação com toda a tradição das práticas regionais.

Esta receita garantiu um enorme sucesso, fazendo com que Piccini se tornasse o segundo maior produtor da região da Toscana, atrás apenas da família Antinori. Toda sua gama de vinhos apresenta uma ótima relação entre qualidade e preço e as 27 medalhas recebidas recentemente no International Wine Challenge comprovam a ótima fase da vinícola.

Os Chianti, grande especialidade de Piccini, são bastante saborosos, com boa fruta e um estilo perfeito para acompanhar comida. Os inovadores vinhos Memoro são elaborados com uvas de quatro regiões diferentes da Itália, combinando a qualidade dos terroirs de cada canto do país. São vinhos deliciosamente saborosos e fáceis de gostar, de excepcional relação entre qualidade e preço.

Os outros vinhos tintos e brancos regionais são ótimos exemplos das respectivas denominações, sempre macios e agradáveis, com um inegável acento italiano e uma qualidade impressionante para sua categoria. A vinícola, que não se cansa de inovar, produz agora os deliciosos vinhos da linha Vito composta por um tinto, um branco e um rosado, exemplares com grande frescor e cheios de fruta.

A vinícola Tenute Piccini, com foco na produção de vinhos Chianti e Chianti Classico, foi fundada em 1882 apenas com sete hectares de terras. Desde então, a adega não para de crescer, tornando-se um dos maiores produtores de Chianti.

A família possui agora outras quatro propriedades, das quais três encontram-se na Toscana – Villa al Cortile, em Montalcino; Fattoria di Valiano in Chianti; Tenuta Moraia, em Maremma e Regio Cantina, a mais nova propriedade da vinícola, localizada em Basilicata, no sul da Itália.

Tenute Piccini tem crescido notavelmente, tornando-se responsável por cerca de 10% de todos os vinhos Chianti, distribuindo seus vinhos para mais de 70 países, onde 80% destes exemplares são consumidos fora do mercado italiano.