Não há produtos em seu carrinho.

Le Vigne Di Eli

Le Vigne di Eli é um novo projeto pessoal de Marco de Grazia – dono da vizinha Tenuta delle Terre Nere – e já está despontando como uma das melhores fontes para os cultuados vinhos do monte Etna, na região da Sicília – que vêm sendo chamados, por sua classe e elegância, de “borgonhas do Mediterrâneo”.

Seus vinhedos estão dispostos em dois dos melhores terraços do Etna, como solo negro de lava vulcânica, que confere à uva Nerello Mascalese uma impressionante mineralidade. “Intenso e mineral, com notas de violeta” segundo a Wine Spectator, o Feudo di Mezzo recebeu 92 pontos da revista.

Uma atração à parte são os rótulos que foram desenhados por Elena (Eli), a filha de Marco de Grazia quando tinha apenas três anos de idade!

A propriedade de Le Vigne di Eli é uma empresa relativamente jovem, mas conhecida por suas vinhas antigas, onde as principais variedades cultivadas são as uvas locais Nerello Mascalese e Carricante. A primeira safra comercial da vinícola aconteceu em 2002, onde, nos dias de hoje, a propriedade abrange cerca de 35 hectares de vinhedos em quatro áreas diferentes, bem como a utilização de uvas compradas de outros produtores regionais.

Todos os vinhedos de Le Vigne di Eli são cultivados organicamente e estão lá desde que a adega foi estabelecida. Suas vinhas estão cultivadas entre 600 e 1.000 metros acima do nível do mar, em encostas íngremes. Muitas delas estão se aproximando dos 100 anos de idade, onde foram plantadas antes da praga filoxera assolar a Europa, no final do século XIX.