Não há produtos em seu carrinho.

La Ina

La Ina é uma icônica marca, cuja história inicia-se em 1919. Produz vinhos de extraordinário prestígio e fama quase mítica no sul da Espanha e hoje é considerado um dos maiores nomes de Jerez, produzindo um vinho conhecido por sua grande elegância e tipicidade.

O vinho produzido nessa região é o mais leve e seco entre os exemplares, juntamente com seu “irmão” Manzanilla, e apresenta em seu processo de fabricação a influência de uma levedura que encobre o vinho durante o amadurecimento. Esse fenômeno é o que dá aos vinhos de La Ina o sabor diferenciado – e aclamado – em todo o mundo.

Os solos calcários, que caracterizam o terroir típico da uva branca Palomino (que ocupa cerca de 90% de toda a área destinada ao cultivo de uvas na área), possibilita a obtenção de uma variedade bastante neutra em sabor, com baixa acidez e álcool em potencial, proporcionando o processo de fortificação natural (em que o álcool é proveniente da própria fermentação da uva) do esplêndido Sherry elaborado nessa região.

Classificado com nada menos que 94 pontos do Guía Peñin 2009 — que concedeu as máximas 5 estrelas pela excepcional relação entre qualidade e preço do Fino La Ina — o vinho foi descrito como “expressivo, rico, complexo e equilibrado”, um grande achado e uma das maiores pechinchas entre os vinhos espanhóis. O denso Oloroso Río Viejo foi classificado com 92 pontos, com destaque para as “ótimas notas de Solera” do vinho.

O Amontillado Botaina também foi muito elogiado, mostrando “muito equilíbrio e notas de frutas secas”. Os três vinhos foram classificados para o cobiçado “Pódio” dos melhores vinhos de Jerez do Guía Peñin, um feito impressionante. O Amontillado Tabanco, vencedor da Medalha de Ouro no International Wine Challenge,  nasceu como um dos maiores achados deste estilo de Jerez. O rico Viña 25, por sua vez, é uma das maiores referências em Pedro Ximénez, mostrando grande complexidade. É um dos vinhos de sobremesa mais versáteis do mercado.