Não há produtos em seu carrinho.

Georges Vigouroux

Com moderníssimas caves instaladas sob um castelo do século XIII, que é um dos mais belos Relais & Château do sul da França, o impressionante Château de Mercuès dá origem a alguns dos mais surpreendentes vinhos do país elaborados com a uva Malbec, em um estilo bastante distinto do encontrado na Argentina.

Os vinhedos, cultivados desde a época dos romanos, foram remodelados na década de 80, com plantações de densidades elevadas — 65% mais densas que o padrão da região — o que dá origem a menor produção e uvas mais concentradas, perfeitamente maduras. Georges Vigouroux foi o primeiro a replantar a casta na região sendo hoje o maior proprietário de Malbec da França. Os vinhos são elaborados em um estilo moderno, sem a rusticidade de alguns vinhos de Cahors. Uma bela surpresa e uma verdadeira descoberta para quem nunca provou um bom Malbec de Cahors.

No catálogo da Vinci é possível encontrar o prestigiado vinho Pigmentum Cahors Malbec, o malbec mais vendido na França, que recebeu 90 pontos na safra de 2010 da Wine Spectator, classificando-o como “potente, suculento e achocolatado”. Tal exemplar é uma excelente surpresa para apreciadores dos vinhos franceses elaborados com a uva Malbec, mais austeros que os Malbec argentinos.

Já o vinho tinto Château de Mercuès Cuvée Malbec, elaborado em parceria com o famoso enólogo Paul Hobbs, é produzido com uvas cultivadas em um vinhedo de alta densidade, plantados com 6.666 pés por hectare. Como as videiras encontram-se bem próximas, cada planta produz uma quantidade menor de uvas, dando origem a bagos perfeitamente maduros – um desafio para os produtores da região de Cahors. A safra de 2005 recebeu nada menos do que 90 pontos da Wine Enthusiast, além de críticas positivas a respeito da excelente concentração e estrutura que apresenta. É um vinho que pode durar até 30 anos.

A vinícola Georges Vigouroux foi fundada em 1887, no distrito de Lot, contribuindo para elevar ainda mais a qualidade dos vinhos produzidos no sudoeste da França. Pioneiro na utilização da AOC Cahors, o produtor Georges Vigouroux adquiriu notável experiência com a uva Malbec, tornando-se um ícone da variedade.

Extremamente visionário, Georges Vigouroux lançou o negócio da família no turismo vinícola de luxo, na década de 1980, com a aquisição do lendário Château de Mercuès Relais & Châteaux Hotel, transformando-o em um dos mais belos castelos e hotéis da França, considerado um hotel 4 estrela, possui 30 quartos e seu restaurante recebeu 1 estrela do Guia Michelin.

Além disso, Vigouroux transformou-o em uma prestigiosa propriedade vinícola com a criação de 32 hectares de vinhas e uma incrível adega subterrânea. As primeiras uvas cultivadas foram colhidas em 1987 e, a partir deste ano, cada colheita tem contribuído para aumentar ainda mais o prestígio do Château de Mercuès perante o mundo do vinho.