Não há produtos em seu carrinho.

Di Majo Norante

Di Majo Norante é, atualmente, o grande nome de Molise, a segunda menor região da Itália. “Um exemplo a ser seguido e um atestado do grande potencial desta zona” segundo o Gambero Rosso. Di Majo Norante elabora vinhos surpreendentes, todos certificadamente orgânicos — e “estonteantes pechinchas”, na opinião de Robert Parker.

Utilizando variedades típicas das regiões vizinhas, como as uvas Aglianico, Montepulciano, Sangiovese, Falanghina e Negroamaro, este dedicado produtor talha vinhos repletos de fruta e vigor, com um acento que lembra os melhores vinhos do sul da Itália.

Fundada em 1968, a propriedade Di Majo cultiva mais de 200 hectares de videiras. A fim de garantir uma produção consistente e de alta qualidade para todos os vinhos da propriedade, Alessio Di Majo contratou o renomado enólogo Riccardo Cotarella como consultor. Além de produzir vinhos de qualidade a um valor excepcional, a família Di Majo dedica-se a praticar agricultura ambientalmente saudável.

A adega Di Majo Norante está situada na propriedade do Marquês Norante de Santa Cristina, na região de Molise, ao longo do Mar Adriático entre a Puglia e Abruzzo. O cultivo de vinhas nesta área remonta a 500 a.C., quando a região foi habitada por duas civilizações pré-romanas, Sanniti e Osci. A propriedade tem sido destinada ao cultivo de videiras desde o século XIX. Na década de 1960 foi construída uma cantina moderna e as vinhas foram replantadas na área de Ramitello.

O orgulho da casa é o Contado Riserva Aglianico del Molise, um vinho tinto robusto e encorpado que conseguiu a façanha de arrematar ao mesmo tempo os “tre bicchieri” do Gambero Rosso e sua estrela especial de excepcional relação entre qualidade e preço, sendo sem dúvida uma das melhores pechinchas entre os mais premiados vinhos da Itália.

Os vinhos brancos Falanghina e Greco são versões mais delicadas e aromáticas do que os exemplares produzidos na Campania. São limpos e refinados, perfeitos para acompanharem frutos do mar.