Não há produtos em seu carrinho.

Château Mas Neuf

A história do Château Mas Neuf está intimamente ligada a sua localização ao longo de rotas antigas, próximas as vinhas da propriedade. A partir do século XVIII, a estrada de Saint Gilles para Compostella, a 100 metros ao sul de uma colina medieval, levou o proprietário da área a estabelecer um local para abrigar homens e suas montarias durantes algumas horas ou, até mesmo, à noite.

Estas terras gozam de um excelente aspecto e, durante alguns séculos, as vinhas ocuparam um lugar privilegiado ao redor do edifício nobre da vinícola. Foi durante um trabalho conhecido como “Clos Saint Sébastien” que um agricultor encontrou algumas moedas romanas utilizadas pelos primeiros habitantes de Nemausus.

Nos dias de hoje é possível admirar estas moedas que se encontram no museu arqueológico de Nîmes. Além disso, o desenho destas moedas é hoje o símbolo que serve para marca de todos os excepcionais vinhos do Château Mas Neuf.

A qualidade desta vinícola se tornou cada vez mais reconhecida ao redor do mundo e a parte principal do edifício estendeu-se, no final do século XVIII, com a adição de uma capela que foi transformada em um porão de tambores em meados do século XIX.

Foi um hóspede frequente deste local – Lord François de Posquières – que, junto com outros famosos vinicultores, criou a primeira associação regional de vinhos, reunindo o que se tornaria uma joia dos agricultores artesanais de Costières de Nîmes.

Um dos proprietários famosos, Lord Meffre, era responsável pelo impulso notório da vinícola. Ele instalou barricas espetaculares na antiga capela e durante a seleção de cultivo, teve uma inspiração do ponto de vista agrônomo e “carimbou” a propriedade com o perfeccionismo – marca registrada nos vinhos de Château Mas Neuf.

Desde 2000, a equipe que atua em Mas Neuf optou por aumentar o potencial excepcional desta região, trabalhando em todos os elementos responsáveis por dar origem a um bom vinho: primeiro, um cuidado atencioso com as vinhas e, em seguida, um cuidado extremo na adega.