Não há produtos em seu carrinho.

Château de la Mulonnière

Château de la Mulonnière é um belo domaine, que possui excelentes vinhedos na região leste do Vale do Loire, nas áreas de Anjou, Côteaux du Layon, Savennières e Quart de Chaume – onde a maravilhosa uva branca Chenin Blanc é a grande rainha, ao lado da casta Cabernet Franc.

A uva Chenin Blanc mostra toda sua classe, estrutura e mineralidade nos excelentes vinhos brancos secos de Savinnières e nos deliciosos Côteaux du Layon, vinhos de sobremesa únicos e com características marcantes. Além disso, para complementar a seleção da casa, um saboroso vinho Rosé d’Anjou, muito típico e apreciado na região.

O Vale do Loire é conhecido tradicionalmente pela elaboração de vinhos brancos especialmente com as uvas Sauvignon Blanc ou Chenin Blanc. Cerca de 75% da produção da região francesa é formada por vinhos brancos. Embora o Loire seja a terra dos brancos, também se encontram bons vinhos tintos, alguns muito interessantes.

Os vinhedos do Château de la Mulonnière estão cultivados e espalhados entre os melhores terroirs da denominação do Vale do Loire. Além disso, as vinhas estão plantadas em solos compostos por xisto e ardósia, proporcionando que as uvas sejam capazes de revelar todas as peculiaridades e singularidades da região.

No coração de Côteaux du Layon, o produtor elabora um complexo e marcante vinho branco doce que recebe o mesmo nome da denominação. Elaborado unicamente com a uva Chenin Blanc cultivada em vinhedos na margem esquerda do Vale do Loire, o Côteaux du Layon é rico, profundo e extremamente fino, que combina notas doces e um ótimo nervo, em um pacote bastante equilibrado. Harmonize este vinho com foie gras, frango à laranja ou sobremesas, como torta de limão ou de maracujá.

Além disso, outro destaque da casa é o vinho Rosé d’Anjou. Trata-se de um exemplar vibrante, cheio de frescor, frutado, atraente, com uma boca presença na boca e seco. Cada vez mais popular entre os europeus, os vinhos rosés tem conquistado também boa parte dos amantes de vinho do Brasil graças ao seu charme e versatilidade. Para uma boa harmonização, deguste o Rosé d’Anjou como um aperitivo leve ou leitão agridoce e sobremesas.

Nenhum resultado encontrado.