Não há produtos em seu carrinho.

Grécia

A cultura vinícola é uma parte importante da Grécia há mais de quatro milênios. Recentemente, as técnicas e métodos de vinificação dos vinhos gregos sofreram notáveis melhorias, além de altos investimentos em tecnologia, possibilitando a produção de excelentes rótulos com uvas locais e outras como a Cabernet Sauvignon e a Syrah.

O que torna a Grécia e os vinhos gregos únicos e exuberantes são as mais de 300 variedades de uvas nativas cultivadas por todo o país, algumas dessas castas, desde tempos antigos. Entre as variedades, é possível encontrar a Agiorgítiko, que origina exuberantes vinhos tintos; a Assyrtiko, responsável por vinhos brancos secos, minerais e cítricos; a Malagousia, variedade de uva quase extinta e que elabora vinhos brancos com aromas de jasmin; a Roditis, base para vinhos rosés e brancos, leves e elegantes; a Xinomavro, casta tinta que produz vinhos florais, picantes e com taninos fortes; entre outras.

Além disso, a Grécia divide sua produção total de vinhos em sub-regiões vinícolas que apresentam características distintas entre si, entre elas: Macedônia, Thessalia, Epirus, Peloponeso, Sterea Ellada, Ilhas do Mar Egeu e Ilhas do Mar Jônico.

O famoso vinho Retsína, um dos ícones da Grécia, é produzido a partir de antigas técnicas, onde a resina de pinho é adicionada na bebida. Além de ser produzido por todo o país, a produção do Retsína concentra-se ao redor de Atenas, a fim de abastecer o consumo da bebida por t uristas.

Nas mãos de Boutari — produtor eleito 17 vezes como “Vinícola do Ano” pela Wine & Spirits — uvas como a Moschofílero, a Xinomavro e a Agiorgítiko ganham brilho e produzem vinhos muito originais, que combinam finesse com uma excelente relação entre qualidade e preço. Jà a vinícola Cambas produz vinhos mais tradicionais, incluindo os conhecidos Retsína e um delicioso vinho tinto de sobremesa.

Os maravilhosos vinhos gregos foram uma das melhores descobertas recentes para os apreciadores e conhecedores do vinho. Com suas castas locais de altíssimo nível, vinhos tintos e brancos de muita personalidade, o vinho grego vai muito além dos tradicionais Retsína.